12/11/2009

Doce laranja



"A vida mais doce é não pensar em nada."
Friedrich Nietzsche


Espantosa esta capacidade de amarmos o próximo sem condição nem conhecimento implicados. Como uma aragem mentolada que um dia nos sobrevoa em forma de espiral libertando, sobre a nossa intuição, doces e frescas tatuagens levando-nos de vencida a rendição dos sentidos e da alma.

Sentada numa cadeira de baloiço, compunha o seu chapéu a alegre dama enquanto me contava histórias daquilo que eu não vira. Entre uma garfada de bolo e dois golos de chá, arregalava o olho no futuro e sorria-me desmedidamente. Na benevolência daquele gesto, trilhava cada migalha por ela desvendada.

Perdidos numa qualquer tarde soalheira, aromas de chocolate e de menta à descrição sensorial. Entre a existência e dois dedos de leitura, mãos que me rasgam o céu em ternura e pensamentos dedilhados. Na cumplicidade feminina que nos norteia, entrego-me em confissão e esperneio o meu amor por laranjas.

Da acidez do mergulho, palavra fim exalada com frescura hereditária:
... mas adoro o teu sorriso! Vais ser a melhor mãe da minha história.


______________
Longe da escrita mas perto da afirmação da leitura.
Grata pelo carinho e memória revelados na ausência.

23 comentários:

M@ria disse...

Obrigada pela visita e volte sempre.

Lindo seu texto...já estou a lhe seguir.

Abraços..........M@ria

Ser em construção disse...

Mas como não amar?
acidez
deslumbre
azedume
"querume"
Amar é estar em sintonia
com o olhar."
Adorei o espaço.
super beijo

M disse...

Já tinha saudades de te ler:), lindo como sempre.
bj

S* disse...

Oh que conclusao bonita... há sorrisos assim, enternecedores. :)

Å®t Øf £övë disse...

Blogadinha,
Há história que nos são contadas que apesar de ácidas, não deixam também de ter um sabor adocicado.
Bjs.

GONIO disse...

Assim de repente, este teu texto traz-me à memória uma frase batida e pergunta com Os Azeitonas: "quem és tu, miúda?" :)

Beijo

Helinha disse...

Espantosa essa nossa capacidade de nos encantarmos com pessoas que fazem uma bela pintura, em letras... você...

Espantosa essa sua capacidade de nos encantar e nos cativar, de nos prender e de nos fazer ter sempre vontade de voltar... você...

Lindo, doce, suave... quase dá pra sentir os aromas e os gostos...

Beijos com carinho!!

^^

Blogadinha disse...

M@ria,
Eu é que agradeço a divulgação e sequente seguimento por cá deixados - grata pela simpatia.
Volta sempre!

Ser em construção,
Os opostos são tão mais aliciantes :)
Agradeço o seguimento.
Bem-vindo ao blogue!

M,
Enquanto houver das ditas, por cá estarei!
Bjo

S*,
Valem pela existência e inspiração.
Boa semana.

Art Of Love,
E valem cada gomo!
Bjo

Gonio,
Qual Romeira na vida, a resposta igualmente batida: “Ninguém”:)

Helinha,
Igualmente espantosa a nossa incapacidade de resposta num universo dominado pela palavra... Grata pelo carinho que depositas em cada uma das tuas – sabem-me pela vida.
Bjo.

Everson Russo disse...

Um otimo final de semana pra ti querida...beijos

Miguel Ferreira disse...

A de AMOR...

Gostei... parabens

O Profeta disse...

Porque será que os pássaros
Cantam na partida do dia
Porque será que um amante ausente
Fica de alma apertada, vazia?

Porque será que as ondas lamentam
Em sussuros de sal no areal
Porque será que as rezas são feitas
Para correr para o longe o perverso mal?


Boa semana


Doce beijo

Blogadinha disse...

Miguel Ferreira,
Comentando a interrogação: sempre.
Obrigado e bem-vindo ao blogue!

Aos restantes comentadores,
Grata pela vossa presença.
Bjo e votos de boa semana.

SONHADORA disse...

GOSTEI
VOU VOLTAR

BEIJO

entrelinhas. disse...

eu cá faço alergia a citrinos mas.. :p
MUITO BOM, como sempre!
beijo,
sara

Sue disse...

Adoro ler-te! Cada vez melhor!

Obrigada pelos teus textos magnficos.

Beijos

Sue

Blogadinha disse...

Sonhadora,
Bem-vinda e bom ano para ti!

EntreLinhas,
Boa é a capacidade de determinar o que não gostamos e/ou nos prejudica. Votos de excelente 2010!

Sue,
A ti o agradecimento pelas leitura e preferência dos mesmos. Bom 2010!
PS: à tua dúvida, a localização anterior ;)

Jaime Piedade Valente disse...

Mas se não pensar em nada não se apercebe dessa doçura! Por outro lado, é verdade que muitas vezes o pensamento é uma fonte de frustrações.
Só que... teremos alternativa?

Anderson Fabiano disse...

fico, pois, aguardando seu retorno.
meu carinho,
anderson fabiano

ALİ EKBER ÇELİK disse...

Português
já disse
maravilha

Blogadinha disse...

Jaime, intuir e entranhar.
A escolha é inerente à vivência.
Bem-vindo ao blogue.

Blogadinha disse...

Anderson e Ali,
Convosco regresso.
Bem-vindos ao blogue!

Anderson Fabiano disse...

pura delícia! palavras, texto e tema.
meu carinho,
anderson fabiano

Blogadinha disse...

Grata. Idem :)