10/04/2009

ContraLUZ



"O sol é para as flores o que o sorriso é para a Humanidade. "
Joseph Addison


De sorriso confiante, era de bom grado que resignava os seus estados d'alma àquele sentimento fortuito. Nunca lhe fora prometido amor incondicional. Ou amor... Mas a carícia do olhar, trocado à revelia de tantos outros olhares, entranhava-se na sua percepção da realidade envolvente, adulterando-lhe cada sentido e suas respectivas atribuições.

E nesse instante sorria. Para ele, por si e com todos os outros que, sintonizados com o momento, lhe retribuíam o gesto numa ignorância velada. Mantinha-se cativa na imponência dos raios acedidos e nessa voluntariedade pintava as atribulações dos dias ainda recém-chegados, num desafiante tom de destreza salpicado com irredutível convicção.

Todos os dias têm um fim reservado à interpretação do seu autor – realista, utópico, abstracto... e todavia, fortuito. Como a contingência do dia seguinte e do despontar do sol no horizonte. Como aquele sentimento. Como o sorriso.


________________________
Cátia, as aspas aquecem-me a alma mas não substituem a memória.
Acrescente-se à preferência a assunção: "Blogadinha". Fica-nos bem!

14 comentários:

Skywalker disse...

O sorriso faz milagres na nosso disposição e na inter-acção com os outros.
Obrigado pelo video.
Boa Páscoa

Beijokas

M-s disse...

Mais uma vez esta brilhante este texto, devemos sempre sorrir, porque nunca sabemos quem pode sorrir de volta.
bj

Serena Flor disse...

Saudades de Alguém
Saudades, um pedacinho de emoção
dentro da gente...
Um pedacinho de outra pessoa
dentro da gente...
Uma voz, um olhar, um toque.
De repente uma angústia.
Saudade do que não fez,
ou daquela vez.
Saudades...
Das coisas, do lugar, da pessoa...
De um beijo, de um carinho,
daquele jeito diferente...
Ou do sorriso, de repente...
Saudades de alguém...
Saudades de você minha linda.
Beijos e ótima semana pra ti!

Å®t Øf £övë disse...

O sorriso é um dos maiores bens que nós temos, e raramente nos apercebemos disso, e talvez por isso às vezes eles sejam muito mais raros do que deveriam ser.
Bjs.

Lita disse...

Por vezes é esse mesmo sorriso que muda a percepção do nosso dia!

Abraço!

Sanxeri disse...

Eu sorrio muito, imenso, às vezes demasiado. :)

Taiyo Omura disse...

teu sorriso
encostou no meu vestido
e memória-algodão
pousou nos meus cabelos

obrigado pelo suave
sorriso-ave


flutuando

entrelinhas. disse...

lindissimo,
sem palavras (olha que sao poucas as vezes em que as perco)

beijo,
sara

ลndreia disse...

Que palavras! Que bela sintonia! *

Kathy disse...

Está muito bem escrito..

joão disse...

http://wwwjosemalm.blogspot.com

Eu já encontrei! Você gostaria de descobrir o ... (não é rasteira, eu prometo)

Intruso disse...

:)

Serena Flor disse...

Deixo aqui um largo sorriso e um beijo bem grandão pra ti viu!

Blogadinha disse...

Skywalker,
E não paga imposto. :)
Bjos

M-s,
Sorrir à vida.
Sempre e acima de tudo.
Bjo

Serena Flor,
Alma poeta...
Agarrei esse beijo! :)
Outro para ti.

Art Of Love,
Um sorriso ilumina rosto e alma.
Subscrevo inteiramente.
Bjos

Lita,
A sorrir para ti... :)
Até à próxima!

Sanxeri,
Nunca é demasiado - dá saúdinha! :P
Bjos

Taiyo Omura,
Obrigado eu pela partilha e preferência. Não consigo comentário no teu blogue, mas gostei do que li. Bem-vindo por cá!

Entrelinhas,
As que perdes por cá ficam em boas mãos... Obrigado! :)

Andreia,
Grata.

Kathy,
Idem e bem-vinda!

João,
Só procura quem não tem.
Fico feliz por ti...
Bem-vindo.

Intruso,
Boa! ;)
Bem-vindo.