10/10/2011

Morning lullaby


A certa altura da vida cultivara o hábito de adormecer o seu poema em voz alheia. Nunca fora homem para aprender das linhas bonitas, mas amava a fragrância tirante a doce das melodias escorridas sobre a permeabilidade dos sentidos, em madrugada de cristal. Um, duas. Som. Experiência. Um sorriso amanhecido no cúmplice e próprio olhar dela e duas pilhas ressacadas pelo chão. Telefonia sem som. Outra luz não conheceu o seu pedaço de chão que não o brilho da manhã entoado pelos lábios dele. Naufragara neles alma e beijo ante a derradeira onda cartesiana. Mudou de estação. Alinhavou mil e duzentas palavras ao mundo! Rasgou ser. Acordou perfumista artesanal. Comprou uma telefonia castanha. Adormeceu. Experiência. A certa altura da madrugada cultivara o hábito de adormecer o seu poema em voz alheia. Sabia das linhas bonitas dos amantes, porto literário ancorado em preia-mar, mas amava a transparência adocicada do amanhecer escrito a uma só voz. Cristalina como o som da vida. Telefonia? Duas pilhas ressacadas pelo chão. Um poema.

14 comentários:

A.S. disse...

Duas pilhas ressacadas pelo chão, atraem a eloquência de um poema... talvez seduzidas por incontestáveis delicias das linhas bonitas dos amantes!
Adorei o teu texto!!!


Beijos,
AL

Antonio José Rodrigues disse...

Duas almas ressacadas pelas delicias de fazer da vida um poema. Experiência. PoemAMOR.Beijos poéticos

Lina disse...

As manhãs, essas tiranas...
levam-nos as pilhas, mas deixam-nos as promessas poéticas.

Blogadinha disse...

Leitura vossa, experiência matinal.

delícias
1. prazer que consola os sentidos e o espírito.

tiranas
1. espécie de fandango.

Dancemos pois nas linhas e amemos cada verso - não mudem de estação, a emissão segue dentro de momentos... ;)

Cavalheiros e dama, grata! :)

S* disse...

É de quem é sensível. :) Parabéns.

M disse...

Como sempre lindo, casa vez gosto mais de ler os teus textos.
beijos

Blogadinha disse...

Sensibilidades registadas.
Obrigado a ambas! :)

I disse...

Como será adormecer o seu poema em voz alheia? Não sei, mas mesmo ao ler o teu em silêncio soa-me bem...

Blogadinha disse...

Será singular como o nascer do sol...?
O silêncio é o melhor dos oradores! :)

H A R R Y G O A Z disse...

Have a SUPER weekend !

H A R R Y G O A Z disse...

Have a Wonderful New Year!

Orquídea Selvagem disse...

Neste dia mundial da PAZ venho desejar um

……………¨♥*✫♥,
………,•✯´………´*✫
…….♥*……………. __/\__
.….*♥…………….....*-:¦:-*
…¸.•✫…… FELIZ ANO NOVO!!!!
...*♥...........................¨♥*✫♥........
.,•✯´................................,•✯´.......

Muitos beijinhos para ti Blogadinha

JanaFerraz disse...

Nossa! Muito bom ;*

Blogadinha disse...

Registado e retribuído.
A todos, um excelente ano!